Nino Carvalho – Consultor e Professor

Minha tentativa de entender “que diabos é relevância!”

27 de setembro de 2009

Em homenagem a um dos primeiros virais em vídeo da web, também é válido começar dizendo que essa minha proposta de categorização/definição dos tipos derevelância e como escolhemos o que é ou não relevante pra gente, é totalmenteempírica e embrionária. Ou seja, não é nada cientificamente estudado ou validado. Trata-se de um mero punhado de conceitos que me pareceram fazer muito sentido quando comecei a tentar entender como os usuários de redes sociais consideram o que entra ou não em seu próprio filtro social > como escolhemos o que é relevante pra gente?

Estimulado pelos últimos papos sobre o tema (como a troca de ideias na minhapalestra no planetário, os pensamentos do Nepomuceno e do Roney o debate que levantei no Gengibre etc.) comecei a pensar em quais atores (pessoas, marcas, empresas…) eram relevantes pra mim, e como eu classificava e utilizava a interação com eles.

Para isso, além de ler um bando de coisas e visitar vários sites, analisei o meu próprio Twitter (quem eu sigo, quem eu RT, o que coloquei nos meus favoritos) e o que tenho no meu escritório (tipo – livros, CDs e DVDs, folhas impressas e outros objetos). Antes de passar para o próximo parágrafo, é legal explicar que essa ideia de analisar os objetos do escritório veio porque percebi que muito do que estava ali eu adquiri por influência/sugestão de alguém que está no meu filtro social (ouça o áudio sobre “relevância no meu escritório”).

Com essa breve análise, tentei categorizar o conceito de relevância da seguinte maneira:

– Relevância Pessoal – são atores que me influenciam, me atraem de alguma maneira na minha vida pessoal. Com essas pessoas eu troco (ou simplesmente consumo) ideias sobre aspectos como relacionamento com amigos, diversão (cinema, leitura, lazer em geral, viagens etc.), updates pessoais (“fulano tá trabalhando naquela empresa”, ou “ciclano se casou”…). O Orkut faz um pouco esse papel de foco em relacionamento interpessoal. No Twitter, por exemplo, sigo o@almanaque, por dar dicas de cinema e seriados que me ajudam a ficar a par desses dois temas.

– Relevância Profissional – aqui eu incluo atores que considero importantes pelos inputs que têm na minha vida profissional, ou seja, que contribuem com aspectos diversos relacionados especificamente ao meu trabalho. Por exemplo, sigo o @eMarketer exclusivamente pelas informações que eles passam sobre o mercado de internet no mundo.

– Relevância Instrumental – essa categoria diz respeito àqueles atores que incluímos em nosso filtro social por um período determinado de tempo e com um propósito objetivo (ainda que esse propósito seja “avaliar” a pessoa/empresa). Atualmente, por exemplo, estou seguindo quatro empresas “caçadoras de tendências” para ver o que elas falam sobre produtos e tecnologias verde. Depois que coletar as informações que preciso, provavelmente irei descartá-las de meu filtro.

„«

Receba novidades no seu email
Faça uma busca em nosso site
Nino Carvalho Consultoria e Capacitação
Avenida Engenheiro Sousa Filho, 1206 - Casa 210
Itanhangá - Rio de Janeiro, RJ - 22753-053 - Brasil

(21) 4042.8363(11) 3280.2468